Cinegrafia \ Televisão \ The Voice \ 1ª Temporada


Clique aqui para voltar para as informações gerais de The Voice


The Voice (1ª Temporada)

Exibida originalmente em 2011

A primeira temporada do programa foi um tiro cego para os mentores e para a NBC, uma das maiores redes de televisão do mundo que desesperadamente precisava de um novo sucesso de audiência. A primeira temporada foi marcada por poucos episódios, times pequenos e cachês “modestos”, tendo em vista que não demandaria muitas horas de televisão e seria gravado totalmente em Los Angeles. Como resultado da produção, a primeira temporada excedeu as expectativas, consolidou-se como um sucesso de audiência, se tornou líder das noites e colocou, sozinha, a NBC de volta ao caminho do sucesso entre os investidores e anunciantes.  O programa teve a melhor estreia da TV americana desde fevereiro de 2010 e passou 8 noites na primeira posição da audiência, o que garantiu imediata renovação para a 2ª temporada. Pelo trabalho, Christina recebeu um cachê de US$ 4.050 milhões, enquanto Blake Shelton, Adam Levine e Cee Lo Green receberam US$ 1.260 milhões.


  comercial
ilove


  tabela de episódios e audiência
ilove

Episódio Data Ratings Pos. Aud.
1 – “Blind Auditions, Part 1” 26/04/11 5.1/12 1 11.8
2 – “Blind Auditions, Part 2” 03/05/11 5.7/12 1 12.6
3 – “The Battle, Part 1” 10/05/11 4.7/12 1 10.4
4 – “The Battle, Part 2” 17/05/11 4.5/11 1 10.1
5 – “The Battle, Part 3” 24/05/11 3.8/09 4 8.49
6 – “The Battle, Part 4” 31/05/11 4.9/13 2 14.41
7 – “Quarter-Finals, Round 1” 07/06/11 4.6/12 2 12.3
8 – “Quarter-Finals, Round 2” 14/06/11 4.6/13 1 12.3
9 – “Semi-Finals” 21/06/11 4.4/12 1 12.05
10 – “Result Show” 22/06/11 3.3/10 2 10.01
11 – “The Finals” 28/06/11 4.4/12 1 12.7
12 – “Results Show” 29/06/11 3.5/12 1 10.7

Ratings para a faixa 18 a 49 anos.
Audiência em milhões de telespectadores.


  time christina
ilove

Time Christina (1ª Temporada)

O primeiro time formado por Christina para competir em The Voice foi predominantemente feminino; com exceção de um dos escolhidos, todas as demais integrantes do time eram mulheres – e todos, sem exceção, com grandes vocais. Na final do programa, o Time Christina foi representado por Beverly McClellan. Os candidatos da equipe foram aconselhados pela cantora e compositora Sia.


  single do finalista
ilove

Beautiful (28/06/2011)

Como parte do dueto entre mentor e finalista, Christina e Beverly McClellan foram ao estúdio gravar uma nova versão para Beautiful, acompanhada somente de um grupo de violões. O single foi lançado no iTunes junto com outros três duetos dos mentores e candidatos de seus respectivos times. É a terceira versão gravada de Beautiful, que foi precedida da versão original de 2002 e da versão “You Are What You Are” do álbum “Keeps Gettin’ Better”. O dueto apareceu na 74ª posição da Billboard Hot 100.


  curiosidades e bastidores
ilove

A performance de Crazy foi gravada 3 vezes.

As gravações da fase de testes cegos duraram dois dias, e o programa exibiu as performances fora de ordem, mesclando testes dos dias 1 e 2. Pessoas que assistiram a gravação disseram que os mentores preencheram quase todos os espaços do time logo na primeira gravação, e por isso, evitaram apertar o botão depois, o que acabou implicando na rejeição de bons candidatos e nos espaços em aberto que levaram à repescagem.

A suposta demora de Adam Levine na escolha do candidato foi resultado da edição do programa, e não da realidade. Isso não aconteceu nas gravações.

Quem foi nas gravações, disse que houve bastante interação entre Christina e Vicci Martinez, após a performance. Além disso, quando Blake Shelton foi dar sua opinião sobre Vicci, a candidata interrompeu dizendo, em tom de brincadeira, “que não importava porque ele não tinha escolhido ela”.

Rebecca perguntou o quão importante para o time da Christina é compor músicas, porque a candidata gosta de escrever o próprio material. Inacreditavelmente, de todas as dezenas de canções que Christina já compôs, ela [Christina] decide responder que uma das músicas favoritas que já escreveu foi Beautiful, junto com Linda Perry. Beautiful é uma das duas únicas faixas do Stripped que não traz Christina na composição. Essa parte ficou de fora da edição final do programa.

Também ficou de fora da edição um dos candidatos que cantou descalço. Ele fez os mentores comentarem sobre a ideia e a única a elogiá-lo foi Christina, que disse que o candidato estava apenas buscando sua individualidade. Para defender o ponto de vista, Christina apontou para cada mentor e disse: “Você usa penas (fazendo referências à performance de Cee Lo no Grammy), você anda de botas de cowboy (por óbvio, Blake Shelton), e você sai semi-nu na Cosmo” (falando de uma sessão feita por Adam Levine). O auditório inteiro riu na hora, o que motivou Shelton a contra-atacar: “E você dança com as calças cortadas”, fazendo referência ao figurino de Dirrty.

Um dos candidatos escolhidos por Adam Lavine não conseguia parar de falar. Mesmo depois de ser eleito, o rapaz continuava falando enquanto todo o auditório ria e mandava ele sair. Blake Shelton e Christina olharam para o público e perguntaram a um grupo de pessoas nas primeiras fileiras: “Vocês entenderam alguma palavra do que ele dizia?”. Alguns fãs não conseguiram nem assimilar o fato de que Christina estava fazendo uma pergunta diretamente a eles, mas outros responderam que não ouviram. Ela então comentou: “Bom, deixa que agora ele é problema do Adam Levine”.

As músicas cantadas a partir do 3º episódio foram escolhidas pelos próprios mentores, e Christina sempre mudava de ideia quanto as canções que passava para seu time. As duplas das fases de batalha também foram escolha dos mentores, com exceção do Time Cee Lo. O mentor estava em viagem, e não pode se envolver; depois, ele disse abertamente ter se arrependido e passou a dedicar mais tempo a The Voice.

Depois do primeiro show ao vivo, Christina levou seu time para passar um dia no SPA, sem as câmeras do programa.

Moves Like Jagger, o single de Maroon 5 e Christina, chegou ao 1º lugar no itunes durante o comercial de um episódio ao vivo de The Voice. Quando recebeu a notícia, Adam saiu de sua cadeira e foi até o lugar de Christina, onde trocaram um abraço. Então, pegou um microfone: ‘Eu só quero anunciar que nosso single acaba de chegar à primeira posição!, exclamou um empolgado Adam Levine para o público no estúdio.

Antes do programa entrar no ar, um comediante chamado Bill incentivava a plateia a fazer perguntas para os mentores. É claro que ninguém teve pergunta nenhuma – ao invés, faziam pedidos como “posso dar um abraço em Adam?”. Para um fã, Bill teve que repetir que não, Christina não podia ir ali autografar o braço dele. Quando ouviu isso, Christina caminhou dramaticamente até o fã, após pegar uma caneta com alguém da produção, e autografou o braço dele. O fã posteriormente tatuou o autógrafo no braço.

Nos shows ao vivo, as performances de abertura dos mentores eram pré-gravadas pouco antes do programa ir ao ar. Eles se apresentavam duas ou três vezes e a melhor performance era escolhida pela edição para abrir o programa logo depois.