Revistas / 2015 / People (Fevereiro)

A People é uma revista sobre a vida de celebridades

Novo bebê, nova vida! “Eu quero que ela cresça se sentindo segura. É algo que eu não tive na minha infância”

Traduzido por http://www.iloveaguilera.wordpress.com
Não copie, direcione o link

O prazer de um filho – A estrela de The Voice apresenta a “pequena leoa” Summer Rain, de 6 meses de idade, e se abre sobre a vida como mãe.

CHRISTINA AGUILERA está acostumada com os holofotes. Mas quando ela segurou a filha Summer Rain pela primeira vez, a recém-nascida de 3,4 kg logo roubou a cena – e o coração da mãe. “Eu não tinha palavras”, diz Aguilera, de 34 anos, quando lembra dos momentos em que ela e o noivo, o produtor de cinema Matt Rutler, receberam Summer no dia 16 de agosto de 2014.

“Sentir a pele dela enquanto ela descansava em mim pela primeira vez foi êxtase puro. Esse é realmente o sentido da vida”. O que não é tão êxtase assim? Ser uma mãe totalmente envolvida com Summer e com o irmão mais velho dela, Max, o filho de 7 anos de idade que Aguilera teve com o ex-marido Jordan Bratman, e equilibrar isso com uma carreira próspera que inclui o retorno para a competição The Voice, da NBC (a 8ª temporada começa no dia 23 de fevereiro), gravar um álbum e produzir uma série para a ABC Family.

Aguilera admite que  ainda não tem tudo organizado (“se sentir uma mãe ausente é a pior coisa do mundo!”), mas Summer e Max sempre serão a prioridade dela. “São eles o centro do meu universo”.

Descreva o momento em que você viu Summer pela primeira vez.

Ela literalmente parecia um anjo – os traços dela são tão femininos e delicados, mas com uma força que eu ainda não sei descrever. Nós imediatamente nos conectamos em tranquilidade, e inexplicavelmente eu me senti em harmonia com ela e com o espírito dela.

Como surgiu o nome Summer Rain (“Chuva de Verão”)?

Summer (“Verão”) é uma época que espalha o calor e a luz, enquanto a chuva (“rain”) lava tudo, reabastece a natureza e traz uma nova vida que permite o crescimento e novos começos. Eu queria que o nome dela fosse cheio de inspiração, amor e prazer, e é exatamente isso que ela traz quando a veem. A beleza e brilho dela vêm de dentro.

Como Max tem se comportado como irmão mais velho?

Max ficou muito empolgado com a ideia de ser irmão mais velho e ter uma irmãzinha no minuto em que eu disse para ele que estava grávida. O rostinho dele se abriu quando a viu pela primeira vez. Ele ficou admirado, e o jeitinho gentil e educado dele logo apareceu. E eu não estou dizendo isso só porque ele é meu filho. Ele é natural. Ele faz ela dar gargalhadas, e se ela está dormindo, ele fala para os amigos dele falarem baixinho. Ele é muito gentil e muito amoroso com ela. É muito lindo, muito doce. Como mãe, não tenho como pedir mais do que isso, e isso aquece meu coração.

Como é a personalidade dela até agora?

Summer é muito zen. Ela ama as pessoas. Tem esses olhões azuis enormes, cheio de alma, que te hipnotizam quando você vê. Ela ri muito e é muito fácil fazê-la sorrir. Ela só quer estar onde a ação está acontecendo! Eu fiquei um pouco preocupada porque acabamos de nos mudar para uma casa nova, e eu achei que ela teria dificuldades de se adaptar a essa transição, mas ela adorou a movimentação e empolgação em volta dela. E eu já notei que ela adora viajar e passear. Ela é uma garota muito feliz e muito contente, que deixa bem claro para você o que ela está querendo.

Algum feito incrível para compartilhar com a gente?

A impressão que eu tenho é que todo dia ela nos impressiona com algo novo. A novidade agora é tentar engatinhar. Ela é bem forte.

Você se afastou do The Voice para focar nos seus filhos, mas como você está equilibrando a maternidade e o trabalho agora?

Não é nada fácil equilibrar a maternidade e o trabalho, já que ser pai te exige tempo integral por si só. Minha admiração vai para todas as mães da história que já conseguiram isso, que entendem os altos e os baixos mas mergulharam de coração e sem egoísmo nele. Você tem que achar o seu próprio equilíbrio. Minha vida tem muitas partes dinâmicas, mas meus filhos são o centro e foco dela, e todo o resto é o que ronda isso. Max chega em casa me perguntando, “Mãe, como meus amigos de escola sabem quem você é?”. O que eu faço é muito diferente da mãe que ele tem em casa. Mas tudo isso contribui e incorpora na pessoa que eu sou. Se revela na minha música, e permite que eu cresça e me desafie de formas que eu jamais conseguiria se não fosse mãe.

Astrologia da Mamãe & Eu
Como boa sagitário, Aguilera se empolgou ao saber que Summer seria leolina, porque “elas são melhores amigas no zodíaco. Fortes e leais”, ela diz. “Um signo de fogo, assim como a mãe e o pai, que é de Áries. A gente brinca que vai precisar construir um fosso em volta da casa para segurar o incêndio! Estou certa que nossa casa vai ser cheia de paixão e boa-vontade. Mas por outro lado, eu não quero nunca que ela se sinta com medo de ser ambígua e fazer jus à pequena leoa que ela é!

É diferente cuidar de uma menina?

Para mim, ter uma garota me fez perceber a diferença no nível de sensibilidade. É difícil explicar, mas o choro dela parece mais trêmulo, e demanda um pouco mais de emoção na hora de acalmá-la quando ela está agitada. Eu acho que me ter como mãe vai fazer ela a aprender a se impor perante os outros, trabalhar duro e nunca aceitar um não como resposta. E o mais importante: eu quero que ela seja cercada de amor e cresça se sentindo segura. Isso é algo que me faltou na infância e que eu exijo para os meus filhos. Uma coisa que me toca muito é fazer ela ter certeza de que é boa o suficiente! Eu nunca quero que ela se sinta na obrigação de mudar quem ela é ou de ter um corpo que se encaixa em estereótipo. Ela já é perfeita do jeito que nasceu, e eu quero que ela preserve as características que fazem dela quem ela é.

Qual é a melhor coisa em ser mãe?

Ver o desenvolvimento deles é incrível. Eu tento me lembrar e celebrar cada minuto, porque eu sei que não vai durar para sempre. O barulhinho dos passos deles correndo no corredor, o jeito que seu coração derrete quando você ouve a voz baixinha deles dizer que te ama, e saber que os dedinhos deles são tão pequeninos e beijáveis. É lindo ver eles se desenvolvendo em direção às pessoas que eles serão, e eu imagino o que eles oferecerão ao mundo um dia.

E a parte mais difícil?

Saber que você não vai ter todas as respostas nas horas certas. E o peso na consciência da mãe é a pior coisa que existe. Mas você tem que aceitar e deixar acontecer, saber que está fazendo o seu melhor e que ninguém os ama mais ou quer mais o melhor deles do que você. Às vezes somos os nossos piores críticos. E acho importante todas as mães saberem que não é fácil para nenhuma de nós.

Quando você e Matt vão casar?

Acabamos de mudar para uma casa linda que chamamos de “Santuário”, tivemos nossa filhinha, e eu estou animada para voltar a trabalhar, então estou muito ocupada e sem pressa nenhuma de marcar uma data. Eu quero planejar e aproveitar o momento, sem me sentir pressionada. Então quando minha agenda estiver mais clara e eu puder tirar outro tempo livre, eu irei me focar nisso. O nosso amor é muito certo, não precisamos prová-lo ou provar nosso compromisso com uma festa. Estamos desfrutando nossa filha, família e trabalho agora.

Você pretende ter mais filhos?

Meu foco agora é meu trabalho, já que eu parei meu mundo para Summer no ano passado. Então antes de eu pensar em ter mais, eu quero voltar à mim. Acho isso importante para qualquer mãe.

Enquanto você crescia, você imaginaria que essa seria sua vida e família?

Eu sempre soube que eu queria ter filhos, mas somente depois que eu tivesse certeza de que poderia prover um lar de um jeito que eu não tive quando era pequena, vendo minha mãe lutar com falta de dinheiro e tempos difíceis. Eu já sabia que dar segurança a meus filhos era crucial, assim como criar um cenário em que eles saibam que não importa o que aconteça, eles sempre serão minha maior prioridade e o centro do meu universo.


Você sabia que…

Com apenas um mês de idade, Max também foi capa da edição de fevereiro da People, em 2008, assim como a irmã! Se ainda não leu a matéria dele, clique aqui e confira!


Voltar para Revistas – 2015 e 2016