Revistas / 2012 / Latina (Março)

A Latina é uma revista sobre moda, entretenimento, beleza e notícias sobre celebridades latinas

Christina Aguilera jura contar toda a verdade…

Traduzido por http://www.iloveaguilera.wordpress.com
Não copie, direcione o link

Diga somente o que quiser. Christina Aguilera assume o reino e entrevista a si mesma.

Christina Aguilera se esparrama em um sofazão do hometheater de sua casa e enrosca ansiosa os dedos nos cachos platinados jogados sobre o ombro. Ela está praticamente afundando na seda vermelha do assento, e já que toda a mobília da casa tem um tamanho extra-grande no estilo Alice no País das Maravilhas, ela parece um brinquedo.

“Você quer que eu faça o que?”, ela pergunta enquanto os olhos já largos assumem proporções cartunescas. Isso foi o que eu pedi: Pegue um caderno cheio de perguntas. Responde as que quiser, pule as que não quiser responder. Mas as respostas têm que ser honestas. Sem filtros ou censura.

A pequenina cantora com a voz sobrenatural segura o caderno e folheia as páginas com vontade. “Eu nunca fiz isso antes. É um pouco estranho ver o que um repórter pensa de mim antes de nos conhecermos”. Ela pensa no que leu no caderno mais uma vez e exclama: “Vamos lá!”.

Esse poderia ser o slogan dela. Desde 1999, ela nunca repensou suas decisões. Com exceção do álbum de estreia, com o qual ela explodiu no mundo pop adolescente, ela fez de tudo, na música e na vida pessoal, do jeito que ela queria – que se danem os críticos e haters.

Apesar do mais recente álbum, Bionic, não ter alcançado o sucesso crítico e comercial dos trabalhos anteriores, multiplatinados e vencedores de Grammy, Aguilera voltou ao topo como jurada do popular programa The Voice, e então lançou Moves Like Jagger, o explosivo single com o co-jurado Adam Levine, do Maroon 5.

A seguir, ela prepara o ainda-sem-título próximo álbum, passa mais tempo com Max – o fofíssimo filho de 4 anos, que teve com o ex-marido Jordan Bratman – e vive seus 30 anos com estilo e elegância. Mas, por enquanto, ela está preparada para dizer qualquer coisa para o gravador de um repórter. Bom, quase qualquer coisa.

Com um sorriso no rosto (e um empresário sorrateiramente sentado no chão ao lado do sofá), está claro que Aguilera planeja pular as perguntas mais pesadas. Mas ela jura que vai tentar ao máximo dizer toda a verdade.

Aguilera  – Hmmm… A primeira pergunta aqui é, “o que eu fiz hoje?”. Essa é fácil [risadas]. Hoje eu fiquei mais tranquila. Nos dias de gravação do The Voice, é mais intenso. Em um dia como hoje, meu ex está com meu filho e nós não estamos gravando, então não fiz nada além de dormir. Eu amo minha cama, amo fazer tudo na minha cama. Comer, dormir… eu amo tirar vantagem do que ela tem para me oferecer.

Latina – O quão grande ela é?

Aguilera – Muito grande. Nós fizemos uns degraus iluminados levando até ela e colocamos carpete por baixo. É um quadrado gigantesco, com cortinas em volta. É meu domínio e meu trono. Também trabalhei muito nela hoje, planejando a agenda de estúdio e coisas assim. Planejei o aniversário do meu filho. Faço tudo na cama.

Enquanto Christina passa pelas perguntas do caderno, ela morde a parte de dentro do lábio e pula as perguntas sobre as notícias de que ela ganhou muito peso e sobre o erro que cometeu no hino nacional. Ela vira as páginas rapidamente, com uma expressão séria no rosto. Como se estivesse lendo as emoções dela, um de seus cachorrinhos pula sobre seu colo, fazendo com que ela use uma mão para acariciar as costas dele enquanto usa a outra para continuar lendo.

Aguilera – Não vou responder algumas dessas perguntas. Mas vou escolher um assunto que geralmente não comento. É uma pergunta indagando se eu planejo me reconciliar com meu pai.

Latina – Jay-Z se reconciliou com o pai alguns meses antes de ele falecer… e Kelly Rowland disse que espera reencontrar o pai pela primeira vez em mais de dez anos.

Aguilera – Na medida em que vou envelhecendo e vendo meu filho crescer, eu penso cada vez mais sobre esse assunto. Não é porque quero que ele conheça Max. É mais porque a gente envelhece e começa a ficar preparado para rever alguns assuntos do passado. Eu já falei sobre como as coisas foram difíceis para mim e tenho certeza que ele ouviu tudo. Não deve ter ficado muito feliz com isso. Mas talvez um dia podemos almoçar juntos… estou com 31 anos agora. Talvez seja hora.

Latina – Como que isso aconteceu, aliás? Você fazer 30 anos.

Aguilera – Não tenho a menor ideia. Estava no set de um filme e o coreógrafo tinha 19 anos. Olhei para todos os dançarinos ao meu redor e pensei, ‘Meu Deus! Sou a mais velha nesta sala! Quando isso aconteceu? [risadas]’.

Latina – Você já casou e se divorciou. Você acha que estava nova demais para casar? Foi por isso que não deu certo?

Christina pensa rapidamente, fechando o caderno e o aproximando do peito. O cachorro pula ao chão e se acomoda nos pés dela.

Aguilera – Eu era nova demais? Não mesmo. Fiz a coisa certa na época. Segui meu coração. Às vezes, é ótimo. Às vezes, não é. Foi ótimo no período que ficamos casados. E se isso não tivesse acontecido, eu não teria tido o meu filho, o que é inimaginável para mim. Definitivamente não era nova demais. Sempre me senti mais velha do que minha idade.

Latina – Verdade. Seus 24 anos não foram os típicos 24 anos.

Aguilera – Exatamente. Eu saí de casa quando tinha 15 anos. Aos 17, fechei meu contrato e passei a morar em hotéis sozinha. Eu preciso responder essa pergunta sobre as fofocas e páginas da internet.

Latina – Eles foram bem brutais com você nesse último ano.

Aguilera – Eu não tenho como saber. Eu nunca os leio. Nunca. Sou completamente alienada quanto a isso. Não dá para ficar olhando para fora se você pretende vencer a corrida. Eu estou focada na minha vida, não presto atenção nessas coisas. Na verdade, não faço nada do que não acredito fortemente. E se colocaram na internet, está na internet, não tem nada que eu possa fazer. Por que eu leria sobre o que dizem de mim – coisas boas ou ruins? Sempre busco a melhor nota, a melhor performance, a melhor qualquer coisa. Nós temos que viver nossa vida e deixar essas coisas para lá.

Latina – E as críticas positivas?

Aguilera – [Balança a cabeça com vigor] Não. Nem mesmo as coisas boas. Eu quero ficar no meu momento e fazer o que acredito ser o certo. Se algo muito esquisito começa a circular e eu tenho que comentar, minha equipe leva até mim para que eu possa esclarecer. Além disso, [balança a mão], eu estou na rua com meu filho e criando música nova. E isso é honesto. Você escreveu em maiúsculo SEJA HONESTA! aqui do lado [risadas]. Então, aí está. Estou sendo honesta.

Enquanto Christina jura completa honestidade, ela pula as perguntas acerca da prisão por embriaguez pública em março de 2011. Ela lê as questões e rola os olhos discretamente, antes de passar para a próxima página.

Aguilera – Tem uma aqui querendo saber ‘como eu me sinto quando dizem que não sou latina suficiente’. Lidei com isso a vida inteira. Não falo a língua fluentemente. Sou dividida bem no meio, metade irlandesa e metada equatoriana. Não tenho que provar nada a ninguém. Eu sei quem eu sou. Eu cresci vivendo a cultura e ouvindo a língua. Minha mãe fala espanhol fluentemente e eu juro que irei também quando tiver o tempo para sentar e estudar.

Latina – É mais do que só a lingua, no entanto…

Aguilera – Não, é meu físico também. Sou uma garota branca com olhos azuis e cabelo loiro. Ninguém me questionaria se eu fosse mais parecida com o estereótipo latino, o que quer que seja isso. Tudo o que sei é que ninguém pode dizer que não tenho orgulho das minhas raízes latinas… eu mergulhei fundo no álbum em espanhol por isso e estou planejando fazer outro mesmo sem falar a língua. Tenho certeza que isso não é bem recebido por algumas pessoas.

Latina – Mas isso não te incomoda.

Aguilera – Nem um pouco.

Latina – E claro, outra parte do problema é que você tem a voz de uma mulher negra de 40 anos de idade.

Aguilera – [Risadas] Obrigada! Eu não consigo controlar como canto, nunca consegui. Tem algo na minha alma que simplesmente é assim. E eu não mudaria uma nota sequer.

Latina – Foi estranho escolher as suas próprias perguntas?

Aguilera – Me senti um pouco no holofote, mas foi uma mudança legal. Eu gosto de segurar as perguntas com um caderno e uma caneta. É assim que componho minhas músicas. Sem computador, bem intimista.

Latina – Tem coisas aí que você não respondeu…

E assim, ela sorri, se põe de pé e me oferece um abraço de despedida.

Os detalhes do dia da sessão de fotos: Como ela chegou – Em estilo bem Hollywoodiano, com um roupão preto que tinha os dizeres “XTINA” gravado em dourado nas costas. O ambiente – Acendemos um trio de velas brancas da Fresh – o estúdio inteiro tinha aroma de lavanda e baunilha. O pedido especial – Pequenos sanduíches que pasta de amendoim e geleia (sem casca, claro), que chegaram prontamente alguns minutos depois do início da sessão.


Voltar para Revistas – 2012 e 2013