Sony é alvo de hackers e análise interna que menciona Burlesque vaza

Você deve ter escutado falar que a Sony foi alvo de um desastroso e gigantesco ataque de hackers nos últimos dias. O grupo que atacou a empresa conseguiu passar a mão em mais de 40 GB de dados internos da companhia, que tem vazado na internet aos poucos e criando situações vergonhosas para a empresa.

Começou com o vazamento de 5 filmes inteiros que a Sony sequer lançou ainda, incluindo o próximo longa de Brad Pitt. Depois, seguiram-se e-mails em que dois executivos de alto-escalão da Sony detonam Angelina Jolie e o roteiro de Cleopatra, dizendo que ela tem o “ego mimado”, é uma “pentelha mimada”, “superestimada”, de pouco talento e que o filme não vai a lugar nenhum (ele se refere ao filme como um “banho de ego que custa 180 milhões de dólares”).

Foram parágrafos e parágrafos de detalhes que nenhuma empresa que ver vazando no mundo, mas que não param por aí. Novos e-mails mostram os executivos fazendo piadas preconceituosas com ninguém menos do que o presidente Obama; nada como vazarem e-mails da sua empresa rindo da cor do presidente da nação, não é mesmo?

Só que tem mais.

No meio do vazamento, estão detalhes de orçamentos de filmes, roteiros de longas que nunca foram feitos, informações sobre cachês pagos a diversos atores e a folha de pagamento dos empregados (que permitiu sites analisarem que homens brancos são mais favorecidos nos altos cargos da companhia, um desastre de RP para qualquer empresa ver esse tipo de análise circulando). Aliás, quanto a empregados, tem de tudo: desde os detalhes sobre antecedentes criminais até mesmo histórico de envolvimento amoroso entre chefes e subordinados.

De volta ao campo cinematográfico, já vazaram informações sobre estratégias de marketing de filmes como Capitain Phillips (orientando que a empresa não faça muito marketing quanto ao sentimento pró-americano, e que destacam que o filme tem cenas de ação para atrair público masculino, e diálogos emotivos para atrair o público feminino).

E  como Burlesque foi um filme da Sony Pictures, pode ser que coisas mais bombásticas para a gente venha por aí. Por enquanto, o filme já foi envolvido em um vazamento leve nessa onda de ataques.

Trata-se de uma apresentação de slides em que a empresa faz uma leve análise cômica dos filmes que lançou nos últimos anos. Segundo o site que vazou a informação, o slide-show é uma brincadeira sem propósito empresarial.

Nesse primeiro slide, “restrito a uso interno”, a Sony relembra os trailers que anunciaram em uma reunião em 2005: “Em 2005, mostramos esses trailers e tivemos o pior ano cinematográfico da história da empresa”.

E aí, veio 2010: “Não tão ruim quanto 2005, mas ainda assim nada que nos faça nos gabar”. E, dado pela monstruosidade do vazamento, se gabar é algo que a Sony não está podendo. Vamos ficar de olho para ver se Burlesque ou Christina são envolvidos de alguma forma nas informações que estão sendo liberadas.

Anúncios

12 comentários sobre “Sony é alvo de hackers e análise interna que menciona Burlesque vaza

  1. Léo disse:

    kkkkkkk nossa é serio isso sobre a Angelina Jolie!! Queria saber quantos que a Xtina ganhou pra fazer Burlesque!

    Curtir

    • M disse:

      Não sabemos o que ela ganhou mas sabemos o que a gente perdeu: uma Bionic tour e uma divulgação decente de um álbum que tinha material para ser reconhecido e apreciado com o devido valor. Tudo isso foi relegado para segundo plano só para fazer e promover um filme mediano, de história previsível e personagens lineares. Sou totalmente a favor de cada um fazer as suas escolhas e cometer os seus erros, mas a energia que foi dedicada a esse filme teria sido melhor empregue em Bionic. Não porque houvesse algo a provar, mas porque o conceito criativo do álbum era promissor e pessoalmente fiquei curiosa com o desenvolvimento da sua divulgação. Divulgação que, como todos sabemos, morreu bem cedo, né? Enfim.

      Curtido por 1 pessoa

  2. david disse:

    cara como podem falar mau da jolie? isso me deixa muito bravo!! ela é tão diva quanto a chris, perfeita :(

    Curtir

  3. Suelen Roberta disse:

    Ah como seria bom se isso acontecesse com outras dessas grandes corporações… Não q eu deseje prejuízo pra eles, mas só o fato de expor o racismo que eles fingem que não tem, já poderia fzr muita gente repensar as coisas.

    Curtir

Os comentários estão desativados.