Sony Music paga indenização em processo envolvendo “Understand”

Back to Basics acaba de custar 170 mil dólares para a Sony Pictures. Há mais de dois anos, postamos aqui detalhes sobre uma ação judicial envolvendo os direitos autorais de “Nearer to You” – música antiga cujo trecho foi usado por Christina para compor o refrão de Understand.

Na época, nós noticiamos o processo e dissemos o seguinte, caso você não se lembre:

Segundo o CT News Junkie, a Sony deveria pagar à Harris-Clemons royalties de 5 centavos por cada cópia vendida do álbum, mas os pagamentos pararam porque a Sony disse que “outra pessoa comprovou ser dona dos direitos da música”.

No processo, ficou registrado que o álbum vendeu 5 milhões de cópias no mundo, o que representaria US$ 250 mil dólares de royalties que não param por aí. Harris-Clemons também quer receber pelas cerca de 80 performances ao vivo da música em turnê e pelas vendas do DVD que registrou a performance e vendeu mais de 100 mil cópias.

Para evitar prolongar a discussão, acabamos de descobrir que o processo acabou em acordo: a Sony Music pagou US$ 170.000,00 e o caso foi encerrado.

Anúncios

6 comentários sobre “Sony Music paga indenização em processo envolvendo “Understand”

  1. Rafael disse:

    Isso e culpa da gravadora, ela ja não tava sabendo oq Xtina tava produzindo deveria ter corrido atraz dos compositores, produtores sei la oq, pra evitar esse tipo de problema…

    Curtir

  2. iloveaguilera disse:

    Pessoal, o problema foi que duas pessoas diziam ser donas dos direitos autorais, a Sony pagou para a que eles acharam ser a mais “certa” e acabou se dando mal. Em Ain’t No Other Man aconteceu o mesmo :|

    Curtir

  3. Daniel disse:

    Vixe! Agora é q eles não deixam ela fazer um Back to Basics vol 2! Esse já custou caro demais!! rs

    Curtir

  4. Nicolás Guerreño disse:

    Back to basics foi o melhor tributo que nenhum outro artista contemporaneo poderia ter feito ao jazz. Baby Jane se inspirou nos melhores cantores dos anos 40. Todas as músicas, TODAS, do BTB, fazem referência a músicas passadas. E Christina nunca foi criticada por plágio, que em comparação com as “cantoras” de agora: uma copia a outra. BTB foi o projeto mais arrisgado, honesto e delicado da Christina. É isso o que eu gostaria de ouvir no próximo album. Ela.

    Curtir

Os comentários estão desativados.