Biografia Completa – Capítulo 7

Você está aqui

| Pessoal | Biografia | Capítulo 7 – Falando Política |
Lembre-se! Esta biografia não está disponível para cópia!

Capítulo 7 – Falando Política

O ano de 2004 seguiu com a promoção de Stripped, mesmo após o  lançamento do último single e fim da turnê. Christina também viajou para a semana da moda na Europa e acabou fazendo aparições em premiações e programa de TV. Participou de talk shows nos Estados Unidos, uniu-se à marca de maquiagens MAC para lançar uma campanha beneficente contra a AIDS, levou 5 indicações ao Grammy e uma vitória por “Beautiful” e ainda recebeu elogios de Steven Spielberg em um jantar com Nicole Kidman. Também anunciou o lançamento do DVD “Stripped Live In The UK“, que depois de dezenas de adiamentos, registrou shows da Stripped Tour em Londres.

Christina também cantou o hino nacional americano na abertura dos jogos da NBA e apresentou-se como host, pela primeira vez, de um episódio do Saturday Night Live. A aparição de Christina no programa de humor foi extremamente bem recebida pela crítica, marcando a primeira vez que o público pôde ver outro lado dela: o da atuação.

Ela também estava passando por transformações pessoais, saindo do espaço escuro que estava na época da gravação e divulgação do álbum. Feliz no relacionamento com Jordan Bratman e cercada das pessoas certas, ela passou a tirar, um a um, todos os piercings que havia colocado na época de dor.

Enquanto voltava a ser loira, Christina revelou que reviveria a turnê “Stripped” no verão de 2004, desta vez, com algumas mudanças. Os shows durariam 27 datas e percorreriam anfiteatros americanos e canadenses com o apoio do rapper Chingy. Intitulada “2004 Summer Tour“, os shows combinariam a modernidade e ousadia do álbum “Stripped” com o conceito inspirado nos anos 1920 a 1940. Essa ideia surgiu enquanto Christina estava na turnê de 2003, quando passou a buscar e a compor músicas que refletiam o que realmente a inspirou a cantar e a dançar: as músicas antigas que escutava com sua avó. A ideia surgiu com um poema escrito por Christina nas viagens entre cidades:

Bring it back to basics, don’t forget your past
Volte ao básico, não esqueça seu passado
Why you love to sing, what it is that makes you dance
Porque você ama cantar, o que te faz dançar
Don’t concern yourself with fancy words
Não se preocupe com palavras difíceis
Use your heart… set it free
Use seu coração, liberte-o
Open up, let it be
Abra-se, deixa-se ser
The lost you, the old soul you forgot in me
O você perdido, a velha alma que esqueceu em mim

A setlist da turnê “Stripped” passaria por uma restruturação para combinar com a nova sonoridade, e alguns covers seriam incluídos na lista. Enquanto a preparação da turnê era finalizada, Christina apareceu em programas de rádio para divulgar os shows e foi eleita pela revista Glamour a mulher do ano 2003. O visual também passou por uma transformação, combinando com as imagens e sons que estavam inspirando Christina na ocasião.

1. Na revista Glamour; 2. Em sessão promocional da turnê; 3. Com David LaChapelle em premiação.

iloveaguilera.wordpress.com
Faltando apenas três semanas para o início dos shows, uma notícia caiu como bomba para os fãs. Christina ligou para o programa Total Request Live e comunicou que a turnê de verão estava oficialmente cancelada. Segundo o press release de cancelamento, Christina havia sofrido lesões nas cordas vocais ao gravar uma música promocional para nova campanha publicitária da Mercedes Benz, e as seis semanas de repouso médico impediriam que ela saísse em turnê. Os prejuízos foram grandes para os fãs que compraram ingressos por meio do fã-clube oficial. A empresa responsável pela administração do grupo já havia utilizado o dinheiro recebido com os ingressos e acabou tendo que pedir falência. Começou uma desgastante batalha judicial entre os fãs e a equipe de Christina contra a empresa, que atrasou os reembolsos em anos.

Posteriormente, Christina revelou que a turnê não estava vindo “no momento certo”, e que no fim do dia, os shows seriam apenas uma continuação da Stripped Tour. O material havia sido todo guardado para ser utilizado na próxima turnê, já que Christina havia decidido transformar o conceito criado para os shows em um álbum completo dedicado ao soul, jazz e R&B. Começava uma época de descanso para Christina aproveitar a vida, o namorado e o sucesso que havia alcançado depois de todo o trabalho dos anos anteriores. Copiei do iloveaguilera.wordpress.com, mas não pode.

Já existiam, nesta época, boatos de que Christina estaria noiva de Jordan Bratman, o que foi desmentido por ela. Esses boatos foram se renovando a cada mês, mas nenhum deles era verdadeiro. Christina insistia que, por enquanto, não havia planos para casamento. Ela tinha apenas 23 anos, e estava aproveitando com Jordan o relacionamento longe da imprensa.

No correr do ano, Christina fez aparições no Movie Awards – onde revelou uma sorridente amizade com a atriz Sharon Stone – e participou de desfiles e eventos diversos na Europa. Também foi rosto de novas marcas publicitárias ao redor do mundo. Em uma premiação, revelou que estava usando o tempo livre para escrever e gravar novas músicas.

1. Com Sharon Stone no Movie Awards; 2. Com Madonna em show; 3. Desfilando para a D²

iloveaguilera.wordpress.com
As novas músicas incluíram o jingle promocional da Mercedes Benz, intitulado “Hello”, que seria responsável pelas lesões nas cordas vocais que levaram ao cancelamento da turnê de verão. A música foi composta em parceria com os produtores e amigos de longa data, Heather Holley e Rob Hoffman, que montaram com Christina diversas músicas com o tema “Siga Sua Própria Estrela”, objeto da campanha da Mercedes. “Hello” foi escolhida e Christina participou de shows promovidos pela marca para lançar o Novo Classe-A na Europa.

Nessa época, Christina também lançou uma coleção de fragrâncias de baixo custo na Europa Ocidental, em parceria com a Santanris Cooperation S/A. A coleção ,que levou o nome de “Xpose“, consistia em três fragrâncias, posteriormente ampliada com um quarto aroma.

No segundo semestre, Christina lançou um single para a trilha sonora do filme “O Espanta Tubarão”, chamado “Car Wash“. A música é um cover antigo que foi modernizado por Missy Eliott, que já havia trabalhado com Christina em “Lady Marmalade”. Na colaboração, Christina pôde brincar com a ideia de usar tons modernos em uma música antiga, conceito que estudava para o próximo álbum. Também lançou um single com Nelly, chamado “Tilt Ya Head Back“. O clipe da música também foi inspirado nos anos 40, muito embora a divulgação tivesse como objetivo a promoção do álbum do rapper, e não de Christina.

O ano de 2004 também ficou marcado pelo engajamento político que Christina passou a apoiar. Ela se uniu ao amigo David LaChapelle mais uma vez, criando a campanha “Only You Can Silence Yourself”. O objetivo era conscientizar os americanos da importância das eleições presidenciais, já que nos Estados Unidos, o voto não é obrigatório. Ela também apresentou um documentário na MTV americana, mostrando como o voto é capaz de mudar a vida dos jovens – desde questões sérias, como violência doméstica, até a possibilidade de influência na vida sexual dos americanos. Ela também participou de uma conversa com Oprah, ao lado de Drew Barrymore, Cameron Diaz e P. Diddy, grupo formado para divulgar a cultura do voto.

1. Em performance com Nelly; 2. Divulgando o novo Classe-A na Europa; 3. Inaugurando campanha de conscientização ao voto

Apesar da agenda que a manteve na mídia durante todo o ano, 2004 foi o início de férias para Christina. Ela revelou no TRL que já havia traçado o conceito do próximo álbum, e agora partiria para um período que chama de “hibernação criativa”, quando ela se afasta da mídia e se dedica à criação do próximo trabalho. Ela também comentou que passaria a criar o segundo álbum em espanhol, mas nenhuma outra informação sobre o trabalho foi revelada.

Christina encerrou o ano com uma viagem à Índia e ao Japão – seu país favorito – e logo depois voltou para aproveitar o Natal e o aniversário de 24 anos com a família e o amigos. A vidada do ano para 2005 trazia uma novidade que a imprensa há muito tempo especulava de forma equivocada. Era o início de outra transformação pessoal.

Retrospectiva em vídeo
Navegue!

Sua casa de notícias em português

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 7.643 outros seguidores