Discografia / Álbuns / Lotus

Lotus (13/11/2012)

LotusQuinto álbum de estúdio
Tempo Total: 51:’59″ (Versão Deluxe tem 67′:59”)
Produção Executiva: Christina Aguilera
Fotos por Enrique Badulescu
Maior posição na Billboard 200: #7
Semanas na Billboard 200: 15
Cópias vendidas (mundo): Aprox. 500 mil

Lotus é o quinto álbum de Christina, gravado quando ela tinha 30 e 31 anos. Ao contrário dos dois álbuns anteriores, Lotus não tem um conceito em mente. Christina assina a composição da maioria das músicas, mas parte delas foram construídas a partir de demos já existentes. O título faz referência à flor de lótus, que sobrevive mesmo crescendo em ambientes adversos na natureza. O som é predominantemente pop, sem influências de outros ramos da música.


Tracklist

01. Lotus Intro
02. Army Of Me
03. Red Hot Kinda Love
04. Make The World Move (feat. CeeLo Green)
05. Your Body
06. Let There Be Love
07. Sing For Me
08. Blank Page
09. Cease Fire
10. Around The World
11. Circles
12. Best Of Me
13. Just A Fool (with Blake Shelton)

14. Light Up The Sky (Deluxe Edition)
15. Empty Words (Deluxe Edition)
16. Shut Up (Deluxe Edition)
17. Your Body (Max Garrix Remix) (Deluxe Edition)

18. Your Body (Ken Loi Remix) (Japão)


Lados-B / Inéditas

Não tem.


Descartadas

Desconhecidas.


Participações Especiais

Make The World Move tem participação especial de CeeLo Green
Just A Fool tem participação especial de Blake Shelton


Versões Alternativas

Clique aqui para conferir as versões alternativas, internacionais, relançamentos e pacotes especiais do álbum Lotus.

Singles

Clique nas capas para detalhes • Conheça mais na seção de discografia – Singles em inglês

Your Body Just A Fool


Bastidores & Curiosidades

→ Lotus começou a ser preparado, segundo entrevistas dada por Christina na época, em dezembro de 2010, pouco depois do lançamento de Burlesque e apenas meses depois do lançamento de Bionic.

→ As primeiras tracklists da versão explícita do álbum indicavam que “Your Body”, “Circles” e “Shut Up” teriam conteúdo não censurado. Quando foi lançado, a única canção disponível em versão explícita era “Circles”. Em todas as versões do disco, ”Your Body” não dá nenhum sinal de que já teve letras explícitas e “Shut Up” foi auto-censurada.

→ A versão explícita de “Your Body”, que tem o refrão “fuck your body”, foi tocada em algumas rádios sem que fizesse parte do álbum. Boatos dizem que Christina gravou diversas variações para o refrão da música, incluindo “touch your body”. O título original era “Fuck Your Body”.

→ “Lotus Intro” deveria ter uma sample da música Midnight City, do M83. A versão demo que a revista Billboard ouviu antes do lançamento do álbum já continha os trechos sampleados, mas a faixa precisou ser reeditada para a versão final porque o uso não foi autorizado pelo M83.

→ “Just a Fool” foi uma colaboração de última hora. Blake Shelton precisou alterar parte da agenda promocional para que pudesse gravar a música a tempo do lançamento do álbum. Nas sessões de apresentação do álbum para a imprensa, que aconteceram poucas semanas antes do disco chegar às lojas, Shelton ainda não tinha gravado a parte dele.

→ Blake Shelton brincou com Christina, dizendo que precisou colocar “um pregador de roupas preso no saco” para conseguir acompanhar o timbre alto da voz dela na canção.

→ No início das gravações do álbum, Christina disse que pretendia fazer algo com CeeLo Green, com quem planejava colaborar há algum tempo (a dupla gravou “Nasty”, para a trilha de Burlesque, mas a canção nunca passou dos estágios de faixa-demo). A aparição em “Make The World Move” não foi planejada; foi só quando Christina a gravou que percebeu que a voz masculina que aparecia em trechos-chaves combinava perfeitamente com o estilo de CeeLo cantar.

→ As primeiras tracklists do álbum mostravam uma canção chamada “Let’s Find Out” como 5ª faixa do disco. Foi apenas um erro, esse é o nome de uma das samples usadas em “Make The World Move”.

→ Christina fez algumas reuniões com DJ Premier quando começou a preparar o álbum. Entretanto, nenhuma música assinada pelo produtor aparece em Lotus.

→ A colaboração de Alex DaKid em várias músicas de Lotus começou a ser desenvolvida quando a dupla trabalhou junta na canção “Castle Walls”, de TI, em 2010.

→ Lotus é o primeiro álbum de Christina, desde o lançamento de Stripped (em 2002), que não conta com uma parceria com Linda Perry. A dupla trabalhou junta, inclusive, em projetos paralelos como “Keeps Gettin’ Better: A Decade Of Hits” e a trilha sonora de Burlesque.

→ Scott Storch também chegou a confirmar que estava envolvido no trabalho, mas isso não passou de um boato aparentemente criado pelo próprio compositor, que está em profunda crise de credibilidade no meio musical.

→ O álbum nasceu com workshops de diversos compositores e produtores reunidos em salas de gravadoras, criando músicas baseadas nos tópicos que Christina queria abordar.


Samples

Red Hot Kinda Love contém samples de 54-46 That’s My Number (Toots & The Maytals)
Red Hot Kinda Love contém samples de The Whole Wide World Ain’t Nothin’ But a Party (Mark Radice)
Make The World Move contém samples de Let’s Find Out (Armando Trovajoli)

Seções relacionadas

Cronologia

← Burlesque: Original Motion Picture Soundtrack